Conheça as 4 fases do Inbound Marketing

Para muitos empresários, diretores comerciais e de marketing, a principal dificuldade está em equilibrar esforços entre atrair potenciais clientes e fidelizar antigos compradores. No entanto, muitos não se dão conta de que o primeiro passo em direção ao sucesso é estar ciente de quem é seu público-alvo, ou seja, qual grupo de pessoas quer atingir e qual o grupo de clientes vai trazer mais resultados para a empresa.

Toda empresa deve conhecer bem o seu público (o que fazem, onde estão, o que querem realmente consumir, etc), para, então, atraí-lo em direção a sua marca e seus produtos.

O Inbound Marketing é uma excelente estratégia para conhecer o seu público-alvo e fortalecer o seu relacionamento com ele. Por meio de conteúdos relevantes para o seu potencial cliente, você chama a atenção para a sua marca e seus produtos e vai coletando informações valiosas sobre o seu público.

De forma resumida, podemos dizer que o Inbound Marketing divide-se em quatro fases:

1 – ATRAIR

Como sabemos, hoje em dia estar na web é um requisito básico para qualquer negócio. O site de uma empresa é a porta de entrada para que as pessoas a conheçam e se interessem pelos seus produtos e serviços. Mas, qualquer site precisa de visitantes, que posteriormente poderão se transformar em potenciais clientes e, então, gerarem vendas.

Você deve estar perguntando: Mas qual a melhor forma de ATRAIR visitantes para o meu site? Em vez de procurar quem são seus potenciais clientes, faça essas pessoas terem interesse espontâneo pela sua empresa.

No meio digital, despertar a atenção e o interesse das pessoas para a sua marca pode ser feito por diversos meios: redes sociais, blogs, SEO e links patrocinados, e-mails marketing, e-books, vídeos, palestras, etc. O fundamental nesse processo é sempre trabalhar com conteúdo relevante para o seu público, sabendo onde se encontram e quais assuntos estão acessando. A relevância do conteúdo será a base para a interação com essas pessoas.

2 – CONVERTER

Antes de entrar nessa fase, você precisa entender o que são LEADS. Pode-se dizer que os leads são pessoas que, de alguma forma, têm interesse na sua empresa, seja pelo conteúdo, por alguma experiência, pelo produto oferecido ou mesmo pela marca em si. Ou seja, leads são potenciais compradores. Saiba mais sobre leads e porque você precisa deles em mais um artigo produzido por nós.

Resumidamente, para que visitantes do seu site se tornem leads e estes, reais compradores, você precisa conseguir as informações de contato e de interesse dessas pessoas (e-mail, telefone, redes sociais, etc). Para isso, é necessário oferecer algo em troca, como um ebook, cupons de desconto, palestras online (webinars), consultorias grátis, vídeos, entre outras ofertas.

Existem algumas práticas que se complementam e são utilizadas para conseguir essas informações de contato e converter leads em vendas:

  • CALLS-TO-ACTION: botões ou links atrativos que induzam o visitante se cadastrar para receber o que está sendo oferecido.
  • LANDING PAGES: Quando se clica no determinado botão/link, o visitante é redirecionado a outra página, onde pode ter mais informações sobre a empresa ou produto que está sendo ofertado. Nesta página, o visitante encontrará algum formulário a ser preenchido para realizar a ação.
  • FORMULÁRIOS: São a parte final para o visitante conseguir o que ele estava procurando (ebook, desconto, consultoria, etc.) e também para a empresa obter mais informações para realizar algum contato posterior com seu cliente.

3 – FECHAR

Para fechar vendas com o Inbound Marketing, você deve continuar fornecendo informações relevantes para os leads gerados, respondendo todas suas dúvidas e objeções, e consequentemente avançando-o no funil de vendas.

No entanto, temos que pensar que a maioria dos leads gerados por uma empresa não estão realmente prontos para comprar ao terminarem de preencher um formulário. Pode-se, então, criar e-mails para os leads gerados, entregando conteúdos relevantes que mostram o valor do serviço ou produto oferecido.

Essa preparação dos leads é fundamental, pois a equipe comercial deve entrar em contato com o potencial cliente apenas quando estiverem qualificados/preparados. Assim, é possível aumentar a taxa de conversão de leads em vendas, bem como otimizar tempo e esforço dos vendedores no momento da abordagem.

Mas como saber se o lead é realmente qualificado? A sua equipe de inbound marketing deve monitorar quais artigos e materiais educativos ele leu, quais páginas do site ele visitou, quais e-mails ele recebeu, abriu e clicou. Enfim, entender o histórico do lead e como ele se relacionou com a sua marca para, então, passar o bastão para a equipe comercial.

4 – MANTER

Nunca podemos esquecer que os clientes atuais também podem voltar a comprar e precisam de atenção especial.

No meio digital, as redes sociais e os emails são ótimos canais para captar o nível de satisfação dos clientes, entender melhor as suas necessidades e aprimorar os produtos e serviços da empresa.

Aqui também é preciso interagir, mostrar para as pessoas que as suas necessidades realmente importam, que elas não são apenas mais um número para a empresa.

Então, se você quer investir em Inbound Marketing e aumentar as vendas da sua empresa,

identifique onde você está tendo mais dificuldades na sua estratégia e onde você deve investir mais, saiba quais são seus números, seus pontos fortes e fracos, e principalmente conheça seu público-alvo.

Com tudo isso analisado, pode ter certeza que o INBOUND MARKETING é a estratégia de marketing digital  ideal para você.